Reforma: 5 principais erros na hora de fazer a compra dos materiais

Na hora de reformar, é comum idealizar um resultado final impecável. No entanto, para que isso ocorra, a escolha dos materiais deve ser criteriosa. Pois, assim como o preço baixo pode ser um fator relevante, a durabilidade, resistência e beleza do material também é. Logo, é fundamental conhecer quais são os principais erros na hora de fazer a compra dos materiais.

Sabendo disso, selecionamos para você os 5 principais erros na hora de fazer a compra dos materiais para a sua reforma. Conheça-os a seguir e garanta o resultado esperado com as escolhas mais adequadas.

Reforma: 5 principais erros na hora de fazer a compra dos materiais

1. Não valorizar a qualidade

Não há nenhum problema em buscar pelo menor preço. Porém, isso não pode ser afirmado caso não haja uma qualidade mínima de cada material. Isso porque, se o material não entrega o mínimo necessário para a sua obra, ele pode apresentar falhas no curto prazo e até acarretar problemas maiores.

Inclusive o tipo de material, sempre deve ser levado em consideração. Até porque, alguns materiais, como o aço, exigem menos manutenções. Ao contrário de outros que podem sair muito mais caro para você ao longo do tempo.

Nesse sentido, vale a pena pagar um pouco mais para ter um produto que, de fato, lhe servirá.

2. Não conhecer o fornecedor

Desconhecer o seu fornecedor pode ser uma boa oportunidade de te fazer gastar mais em reparos e retrabalhos. Isso porque, se você não tem confiança no seu fornecedor, até os seus produtos podem não ser confiáveis.

Assim, o que poderia ser apenas uma simples reforma, pode apresentar problemas dignos de uma boa dor de cabeça. Por isso, compre somente com fornecedores com credibilidade no mercado. Afinal, essa é a melhor forma de garantir produtos 100% originais e que são fiscalizados pelos órgãos competentes.

3. Não calcular a quantidade adequada

Ter um orçamento de custos realista é uma das melhores práticas para evitar desperdícios ou atrasos. Por isso, avalie corretamente o tamanho da obra, limitações do espaço e as etapas da obra. Em seguida, converta todos esses dados em materiais necessários.

Lembre-se sempre de consultar os profissionais da área que estão envolvidos no seu projeto. Ou seja, escute os seus arquitetos, engenheiros e mestres de obras.

Separe também um valor para perdas, quebras de alguns itens e potenciais mudanças de projeto. Assim, é possível garantir que a quantidade adquirida seja compatível com a necessidade do seu projeto evitando desperdícios.

4. Não se atentar ao prazo de entrega

Toda obra deve ser cronometrada, caso contrário, você gastará desnecessariamente mais com atrasos. Sabendo disso, mapeie todos os processos e o seu tempo de execução consultando os profissionais envolvidos.

Tenha ciência também do fornecimento de materiais onde você irá comprar. Empresas que possuem fábricas próprias como a Soluções Usiminas podem garantir a quantidade que você precisa e a pronta entrega.

5. Não planejar tudo com antecedência

Seguir prazos não é uma tarefa fácil, todavia te permite ter muito mais liberdade para evitar erros por imprevistos. Portanto, programe-se para comprar tudo no melhor prazo possível. Ou seja, escolha uma data econômica e compatível com a sua necessidade conforme o andamento planejado da sua reforma.

Esperamos que você consiga comprar tudo que precisa para a sua obra. Faça excelentes escolhas e se organize para que nada saia do seu controle. Temos certeza que fará um trabalho incrível!

Susi
Susi

Olá, eu sou a Susi, atendente virtual da plataforma de vendas da Soluções Usiminas. Sou expert em aço e vou ensinar tudo o que aprendi pra vocês.

Compartilhe nas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email