Como tornar sua serralheria mais segura para você e seus funcionários

O bem-estar de saber que você trabalha em um lugar seguro proporciona mais produtividade, espaço para criatividade e velocidade para desenvolver as atividades com tranquilidade. Por isso, fique atento às dicas e faça de sua serralheria um local seguro e produtivo.

Para tanto, crie um check list ao final da leitura, conferindo se o seu negócio segue corretamente as orientações necessárias para ser considerado um espaço seguro e evite dores de cabeça futuras. Acompanhe!

Uso dos EPIs

Os EPIs são os famosos Equipamentos de Proteção Individual, ou seja, os maiores garantidores de que o trabalhador poderá desenvolver suas tarefas no ambiente de trabalho sem se machucar.

Para cada tipo de atividade há a indicação de um EPI determinado. O serralheiro, por exemplo, passa o dia exposto a altas temperaturas, raios infravermelhos e ultravioletas, além do contato com produtos tóxicos, logo, é muito importante que ele se proteja. 

Sendo assim, no ramo da serralheria, o ideal é que o profissional esteja sempre equipado com seguintes itens:

  • máscara com proteção aos respingos de solda e ao brilho da solda;
  • abafador nos ouvidos;
  • respirador com filtro para uso individual;
  • mangas de couro para os braços, evitando queimaduras pelos respingos;
  • botina com capacidade de suportar impactos;
  • avental de couro;
  • luvas apropriadas;
  • óculos de proteção para trabalhos mais simples, que não envolvam fogo.

Manutenção preventiva

A manutenção programada pode evitar o acontecimento de acidentes gravíssimos, com você ou seus colaboradores. Além de respeitar a distância entre os equipamentos, mantê-los limpos é essencial. Ainda, fixá-los no chão, evitando que tombem ou que sofram atrito com a trepidação durante o uso, também poderá estender sua vida útil e prevenir acidentes.

Para tanto, é preciso reconhecer quando uma de suas máquinas terá que ser substituída por um modelo mais atual ou, ao menos, por um que não traga nenhum risco à saúde daqueles que a operam. Mesmo que isso represente um gasto maior, trata-se de um investimento que pode lhe poupar a vida.

Riscos físicos, químicos e ergonômicos

Os ruídos ocupam o pódio entre os principais riscos físicos em uma serralheria. Preocupar-se com o uso do EPI, como dito anteriormente, é uma das saídas para não se prejudicar com o alto volume de sons dentro da empresa, estando sempre com o tampão auricular.

Outras medidas também podem ser adotadas para diminuir o barulho, como a manutenção das máquinas que estejam emitindo sons incomuns ao habitual. Ainda, é possível tornar o ambiente sonoramente mais agradável ao fixar os equipamentos em uma superfície firme, para que não fiquem tremendo, além de afastá-los um pouco mais da parede, permitindo a circulação do som.

Quanto aos riscos químicos, você pode tentar substituir todas as substâncias tóxicas dentro da sua serralheria por elementos químicos atóxicos. Caso não seja sempre possível, alguns meios podem auxiliar com o problema:

  • ventilação forçada para diluir o efeito do poluente no ar;
  • instalação de exaustor;
  • separação de espaços de pintura do restante do trabalho da oficina.

Por último, mas não menos importante, os riscos ergonômicos. Esses podem ser evitados com medidas ainda mais simples do que as anteriores. Manter uma boa postura corporal para desenvolver o trabalho pode garantir menos dores e mais disposição para trabalhar por muitos anos.

Logo, ao transportar qualquer carga, esteja sempre atento ao limite de peso que você consegue carregar, lembrando que aquela não será sua última tarefa do dia, ou seja, poupe esforços.

Gostou das dicas? Temos muito mais sobre como você pode tornar a sua serralheria um local ainda mais seguro e produtivo. Visite o nosso blog e encontre conteúdos exclusivos para o seu setor, basta clicar aqui!

Susi
Susi

Olá, eu sou a Susi, atendente virtual da plataforma de vendas da Soluções Usiminas. Sou expert em aço e vou ensinar tudo o que aprendi pra vocês.

Compartilhe nas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email